Receba nossos materiais, e-books e novidades

Por que investir em um planejamento de comunicação

14 jun 2016 - Blog

Já ouviu falar em Plano de Comunicação? Trata-se de um recurso essencial para o setor de marketing definir estratégias e metas para a comunicação de uma empresa, organização ou até mesmo de um produto ou projeto específico. Por exemplo, a empresa pretende aumentar as vendas em 20%, além de reforçar o posicionamento de sua marca. A meta é fazer isso em seis meses.

Além disso, por meio do planejamento de comunicação corporativa se estabelece uma proposta de valor para o público-alvo e como ela será comunicada nos diversos canais de comunicação, sempre partindo da estratégia e posicionamento de negócio.

Mas o que não pode faltar no meu Plano de Comunicação? Vou apresentar seis itens básicos: definição do objetivo, público-alvo, mensagem-chave, canais de comunicação, recursos necessários e orçamento e avaliação de resultados. Outros poderão ser adicionados de acordo com a necessidade do seu negócio.

Objetivos claros e alcançáveis

O primeiro passo para estabelecer os objetivos é saber onde se deseja chegar. Esses objetivos precisam ser claros e alcançáveis para toda a equipe envolvida. Por exemplo, você quer aumentar as vendas? Que investir em novos negócios? Quer fidelizar o cliente? Ou quer tornar sua empresa mais conhecida? Sem saber o que realmente você quer, as chances de seu Plano de Comunicação ter falhas são muito grandes.

Definição do público-alvo

Você definiu seus objetivos, mas conhece quem é seu público-alvo? Se ainda não tem isso muito claro é preciso descobrir. São pessoas de que idade? Jovens? Homens? Mulheres? Qual a classe social? Qual a faixa de renda para adquirir seus produtos/serviços? O público-alvo desempenha um papel essencial na elaboração do Plano de Comunicação porque se você erra o direcionamento os resultados esperados não serão alcançados.

A importância da mensagem-chave

O que você quer comunicar? Dependendo do seu público-alvo, a mensagem precisa ser coerente, integrada e inovadora, representando sempre algo relevante da comunicação. Uma boa mensagem deve ser clara e anunciar uma oferta verdadeira, para que os clientes não percam a confiança e o interesse. Uma máxima do Philip Kotler, considerado o guru do marketing, resume bem isso: “Mensagem não é aquilo que você disse, é aquilo que o outro entendeu”.

A escolha dos canais de comunicação

Os meios de comunicação, também conhecidos como mídia, são escolhidos de acordo as características do público e dos objetivos da comunicação. As primeiras perguntas que precisam ser feitas são: onde está localizado o meu público-alvo? Costumam ler jornais? Acessam as redes sociais? Gostam de  relacionamento mais próximo? Quando você tiver essas respostas é o momento de descobrir quais são os melhores canais de comunicação. Dependendo da campanha ou ação que será executada, você pode optar pela publicidade e propaganda (anúncios em TV, jornais, rádios, portais ou revistas), pela assessoria de imprensa (relacionamento com os veículos de comunicação) ou até um trabalho mais direcionado de Relações Públicas, onde se inclui até um evento. Também existem outros canais como mala direta, e-mail marketing, Internet, TV a cabo, SMS, Blogs, Facebook, Twitter, You tube e outras mídias sociais.

Recursos necessários e orçamento

Essa é uma etapa importante do Plano de Comunicação. Você precisa saber exatamente do que necessitará para executar seu plano. Desde os recursos humanos (equipe e fornecedores) até os financeiros (custos da campanha ou das ações). Quando tudo isso é bem planejado a tendência é ter bons resultados. Por isso, o orçamento é outra parte essencial na criação do plano. Elabore uma planilha com todos os custos necessários e adicione mais 15% da verba para eventualidades que podem acontecer no decorrer da execução.

Francisco

Diretor de novos negócios da Interativa, Francisco Barros, sempre ressalta a importância do planejamento de comunicação de uma empresa

Avaliação de Resultados

Após definir todas as etapas anteriores, você precisa criar indicadores ou métricas para avaliar sua campanha ou ação. Só assim saberá se suas estratégias foram corretas e se conseguiu atingir seus objetivos e suas metas. Existem alguns indicadores de avaliação de resultados: Grau de lembrança da marca, o índice de recall dos anúncios, a audiência do anúncio, a taxa de consumidores fiéis à marca, taxa de conversão de sites ou de redes sociais, as atitudes do público em relação à empresa, além de medir sua presença nos veículos de comunicação. Se tiver mais recursos financeiros, também é importante realizar pesquisas com foco em seus públicos-alvos.

Créditos das imagens: Visual Hunt/Divulgação


Compartilhe
Ana Paula Moraes
Sobre Ana Paula Moraes

Coordenadora da Interativa Comunicação e Eventos. É Relações Públicas, especialista em Marketing e Comunicação e Mídias Digitais. O seu hobby é viajar, conhecer pessoas e trocar experiências. Além disso, é uma goiana autêntica, adora frango caipira com pequi e botecar.

k

Interativa Comunicação ® 2015; Todos os direitos reservados.