Receba nossos materiais, e-books e novidades

Casos de câncer de mama sobem no país

11 out 2018 - Blog

A incidência de câncer no Brasil só aumenta, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA). A estimativa de 2018 aponta o câncer de mama em mulheres como o terceiro tipo mais comum, com quase 60 mil novos casos somente este ano. Por isso, ano após ano, é realizada a campanha “Outubro Rosa” para alertar para a prevenção, os cuidados e o tratamento desta doença.

A campanha de 2018 do Instituto Nacional do Câncer (INCA) traz como tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”. O objetivo é fortalecer as recomendações do Ministério da Saúde para o rastreamento e o diagnóstico precoce do câncer de mama e desmistificar conceitos em relação à doença.

A ação enfatiza a importância de a mulher conhecer suas mamas e ficar atenta às alterações suspeitas; informa que para mulheres de 50 a 69 anos é recomendada a realização de uma mamografia de rastreamento a cada dois anos; mostra a diferença entre mamografia de rastreamento e diagnóstica; esclarece os benefícios e malefícios da mamografia de rastreamento; e informa que o Sistema Único de Saúde (SUS) garante a oferta gratuita de exame de mamografia para as mulheres brasileiras em todas as faixas etárias.

O câncer é uma doença multifatorial, ou seja, pode ser causada por diversos motivos como idade, fatores genéticos, histórico familiar e pessoal, raça e etnia, mamas densas, uso de medicamentos, algumas doenças, radioterapias, obesidade, etc. Mas, cerca de um terço dos casos de câncer poderia ser prevenido.

Por isso, é muito importante a prevenção. Nesse sentido, é essencial seguir algumas recomendações: não fume, faça alguma atividade física de forma regular, reduza a ingestão de carnes vermelhas, coma alimentos frescos, como frutas, verduras e alimentos ricos em fibras, e minimize a ingestão de bebidas alcoólicas e a exposição excessiva ao sol.

Além disso, é preciso ficar alerta aos sintomas, pois 95% dos casos de câncer de mama possuem chances de cura. Os principais sintomas que apontam para esse câncer são nódulo único endurecido inclusive na região da axila, modificação na pele na região da mama como inchaço e vermelhidão, mamilo invertido, secreção sanguinolenta nos mamilos, dores na mama ou nos mamilos

A mamografia é o único exame capaz de diagnosticar o câncer de mama em seu estágio inicial. Por conta disso, recomenda-se que mulheres acima de 50 anos se consultem regularmente e devem realizar, ao menos, uma mamografia ao ano. Então, não se esqueça: são pequenos cuidados que podem fazer toda a diferença e salvar vidas. Vamos nos cuidar!

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Christina Souto é professora de Enfermagem da Faculdade Estácio de Goiás


Compartilhe
Divulgação
Sobre Divulgação

k

Interativa Comunicação ® 2015; Todos os direitos reservados.