Receba nossos materiais, e-books e novidades

7 razões para usar Storytelling

09 ago 2018 - Blog
Imagem: reprodução/ilustração

Imagem: reprodução/ilustração

O Storytelling é, hoje, um recurso muito utilizado no Marketing e na Comunicação para aumentar a audiência e gerar engajamento nas mídias digitais. Mas o que é Storytelling? É a capacidade de contar histórias de maneira relevante, onde os recursos audiovisuais são utilizados juntamente com as palavras. A ferramenta se destaca pela capacidade de estreitar a relação entre uma marca e o seu consumidor final. É um ótimo aliado para compartilhar ideias, conhecimentos e demais interesses através de uma narrativa.

Imagine que a página “Sobre nós” é uma das páginas mais visitadas do seu site. Mas o que acontece depois? Os visitantes ficam em seu site, olham seus produtos/serviços, entram em contato com você para obter mais informações? Ou eles desaparecem? Aprender como fazer storytelling é uma excelente estratégia para aplicar no seu site, blog ou até mesmo nas redes sociais. Confira sete razões para usar essa ferramenta:

1 – Um storytelling bem feito pode fazer o tráfego do seu site ou blog crescer, assegurando mais crédito ao conteúdo que você posta, além de gerar interação e engajamento entre a sua marca e seu público.

2 – É possível usar a força das redes sociais, não só para “compartilhar” conteúdo, mas também para “contar” e “narrar” a história da marca. E também não só usar as redes sociais como outro canal de distribuição, mas como um canal de conversa, transmissão de experiências, sentimentos, valores, sonhos, sucessos, etc. Sempre respeitando a natureza de cada rede social, é claro.

Imagem: reprodução/ilustração

Imagem: reprodução/ilustração

3 – O storytelling funciona muito bem porque é uma estrutura narrativa de “causa e efeito”, que funciona da mesma forma que nosso cérebro organiza os pensamentos, falas do dia a dia, e decisões. Essa fórmula está presente nos diálogos cotidianos entre amigos e colegas de trabalho, por exemplo, contando o que aconteceu depois do trabalho, conhecendo uma paixão, dando uma explicação, etc.

4 – Quando histórias são bem construídas e narradas na forma de storytelling, seus personagens são autênticos, empolgantes, e suas experiências são transmitidas de uma forma rica e real, unindo uma ideia e uma emoção, e ainda provocando sentimento. Permite também que conceitos, estatísticas, datas, cores e tudo mais que vem com a história fiquem presos e sejam constantemente lembrados em nossas mentes.

5 – Seres humanos são contadores natos de histórias. Storytelling gera vida ou significado para um cenário, provoca sentimentos de êxtase, tristeza, paz e, principalmente, cativam sua audiência. Confira um exemplo:

6 – De acordo com uma frase do livro “Storytelling, a máquina de fabricar histórias e formatar espíritos”, pessoas não compram produtos, mas as histórias que esses produtos representam. Também não compram marcas, mas os mitos e arquétipos que elas simbolizam.

7 – Atualmente, poucas pessoas realmente leem aquilo que está escrito. Elas somente “batem os olhos” e passam para o próximo assunto. E é por isso que uma história contada de maneira simples, objetiva e com interação com o público, pode fazer muito mais sucesso, tendo, como consequência, maiores resultados em seu negócio.


Compartilhe
Ana Paula Moraes
Sobre Ana Paula Moraes

Coordenadora da Interativa Comunicação e Eventos. É Relações Públicas, especialista em Marketing e Comunicação e Mídias Digitais. O seu hobby é viajar, conhecer pessoas e trocar experiências. Além disso, é uma goiana autêntica, adora frango caipira com pequi e botecar.

Buscar no Site

Mais Vistos

k

Interativa Comunicação ® 2015; Todos os direitos reservados.