Receba nossos materiais, e-books e novidades

10 novas dicas para te ajudar arrumar um emprego

10 mai 2018 - Blog

Se destacar no mercado de trabalho ainda é um desafio para muitos. A roupa ideal, um currículo sem mentiras (sim, porque ainda tem aqueles que exageram para impressionar) e o jeito certo de comunicar não são mais suficientes. O óbvio todo mundo já faz. Mas para sair à frente e ajudar na conquista da vaga dos sonhos, o candidato precisar ser um pouco mais inovador e ficar atento à maior fonte de informação de sua vida: as redes sociais.

Atualmente, não basta ter cursos básicos, é necessário avançar nas habilidades profissionais, sobretudo no jeito de se comunicar sem exageros. Aquela velha história: “o menos é mais”. Confira 10 dicas atuais para se destacar diante da concorrência na hora de procurar emprego.

  1. Currículo “Clean”

Você pode ter milhões de experiências profissionais e se orgulhar de ter um Currículo Vitae (CV) de três ou mais páginas. Mas na hora de encaminhá-lo, selecione o que for mais relevante. Além dos dados pessoais, é aconselhável que o candidato cite somente as experiências pertinentes ao cargo em aberto. Em alguns momentos, o excesso de qualificação pode inibir a possibilidade de vaga. O CV deve ser clean e sem exageros.

  1. Capriche no talento, não na foto

Tem candidato preocupado se a foto do currículo vai causar boa impressão ou demonstrar o quanto ele é bom no que faz. Esqueça isso! Hoje não é aconselhável demonstrar fotos no documento e não é obrigado inserir, caso a empresa exija. Em alguns casos, selecionar o candidato por aparência pode ser considerado discriminação.

  1. “CV” – Currículo em Vídeo

Personalizar o currículo tem sido cada vez mais comum. Alguns cheios de cores, gráficos e interações que simulam até um aplicativo. Tudo isso para demonstrar um pouco mais de autenticidade e surpreender o contratante. Mas até quando ousar? Não há tanta necessidade em personalizar o CV. O aconselhável seria fazer um vídeo demonstrando suas habilidades e conhecimentos. Com isso, a empresa perceberá o quanto tem desenvoltura e personalidade comunicativa.

  1. Aposte em sua pretensão salarial

Constantemente as empresas pedem para ser informada a pretensão salarial do candidato. Se o salário já tiver citado, não há necessidade de informar suas pretensões, presume-se que o candidato já está de acordo. Mas não é deselegante colocar o salário pretendido de acordo com seus anseios. Isso pode demonstrar valorização pessoal e assim poderá seguir adiante ou não no processo. Mas seja realista com essa aposta. Nada de exagerar no valor que pretende ganhar. É preciso estar atento ao que o mercado de trabalho oferece.

  1. Uma entrevista sem exageros

Durante uma entrevista de emprego, a pontualidade é essencial. Algumas outras dicas importantes devem ser levadas em consideração neste primeiro contato profissional. O jeito de se comunicar, por exemplo. Para quem adora falar muito, contenha-se! Deve-se responder apenas o que lhes for perguntado. Fale somente a verdade. Nunca diga mal da empresa anterior. Quando perguntar os seus defeitos, relate-os e fale que está procurando melhorar. Seja autentico sem ‘forçar amizade’ e seja discreto. Bom senso cabe em qualquer lugar.

  1. Conheça sobre a empresa que deseja emprego

Na hora de buscar emprego, é comum disparar currículo para todos os lados. Mas no momento da entrevista, estude um pouco sobre a empresa e entenda onde você vai estar. É primordial conhecer a empresa na qual pretende trabalhar, bem como informar as oportunidades de melhoria. Isso pode te levar a um passo adiante dos demais candidatos. Além disso, cada empresa tem seus métodos e regras, portanto tenha mais atenção no comportamento. Não fuja o olhar, não coloque nada na mesa do entrevistador e, caso esteja com pasta e mochila, não a coloque no chão.

  1. Evite recomendações desnecessárias

Antigamente, cartas de apresentação eram muito comuns. Os candidatos apresentavam recomendações de outros profissionais com quem haviam trabalhado e isso fazia muita diferença. Hoje isso não tem tanta relevância mais, somente se for solicitado. E nada de carta de parentesco ou amigos. De preferência de professores e empresários.

  1. Talentos extras são importantes

Sim, as vivências pessoais são levadas em consideração na hora de se apresentar profissionalmente. Um hábito desportivo ou aquele trabalho voluntário pode fazer diferença na hora de conquistar um emprego. As empresas estão de olho nos candidatos e colaboradores com talentos extras, principalmente em caso esportivo. Isso demonstra disciplina, foco e organização, bem como ressalta atividades filantrópicas. Mas só diga se perguntar, uma vez que irão procurar evidencias nas redes sociais.

  1. Cuidado com as Redes Sociais

O boom da internet mudou o jeito das pessoas se comunicarem e é nas redes sociais que elas demonstram todo seu estilo de vida. Mas as empresas estão de olho mesmo! Para quem não quer perder a vaga dos sonhos, é melhor usar o Facebook, Instagram e demais páginas virtuais com cautela. Aconselho não mencionar preferência política e ideologia de gênero. Evidencie família, congressos, esportes, filantropia e algo que venha somar oportunidades de melhorias. Cuidado também com os erros gramaticais. Embora a internet não tenha normas cultas, seu jeito de escrever também está sendo observado.

  1. Seja Avançado!

De básicos o mercado de trabalho já está cheio. Quer se destacar mesmo? Avance seus conhecimentos. O curso superior e pós-graduação te ajudarão a se diferenciar. Tenha o hábito da leitura, entendimento de outro idioma e conhecimentos na área de gestão. O domínio básico da informática não é mais suficiente. Faça um curso avançado. Além disso, seja resiliente e pratique a oratória.

Sandro Rodrigues

Sandro Rodrigues é coordenador de Recursos Humanos da Faculdade Estácio em Goiânia


Compartilhe
Divulgação
Sobre Divulgação

k

Interativa Comunicação ® 2015; Todos os direitos reservados.